Google+ Badge

06/08/2013

POR QUE USAR TERAPIAS COMPLEMENTARES?



        A Terapia complementar parte de uma outra abordagem, procurando as causas do problema ao invés de concentrar-se nos sintomas, ou seja, “trata o doente e não a doença”, buscando localizar os fatores emocionais, mentais e energéticos que criaram a condição para que a patologia tenha se instalado. Nada do que expusemos até o momento é uma teoria nova, trata-se porém, de concepções milenares que antecederam algumas descobertas recentes da medicina, o papel das emoções e pensamentos na saúde humana por exemplo, é estudado a pouco tempo na medicina convencional e hoje abundam pesquisas indicando os efeitos terapêuticos do sorriso, bom humor, harmonia afetiva e contentamento sexual (para citar apenas alguns exemplos). Hipócrates (460- 377 AC), o pai da medicina, tinha sobre esta, ideias que muito destoam do que atualmente encontramos nas faculdades. Paracelso (1490-1541) falou sobre o impacto das emoções e pensamentos sobre a saúde humana há mais de quinhentos anos, Samuel Hahnemann (1785 – 1843) elaborou toda a teoria homeopática partindo da visão holística,para ele o menos importante era saber o nome da doença, sendo o ponto crucial conhecer o doente.
       Para o terapeuta é da máxima importância conhecer o “paciente”, seus hábitos, sua vida, alimentação, vida afetiva etc., cada informação tem o seu lugar dentro deste processo.Em 1919,Dr. Bach passou a trabalhar como patologista e bacteriologista do Hospital Homeopático de Londres, onde pode desenvolver suas próprias idéias sobre homeopatia. Em 1929, o Dr. Bach era respeitado na área médica em toda           Europa, mas obedecendo a um chamado interior abandonou todas as suas atividades e partiu para o campo, em busca de novos remédios. Entre 1930 e 1934 descobriu os 38 remédios florais e escreveu os fundamentos de sua nova medicina. De volta à cidade o Dr. Bach pôde verificar a eficácia das suas essências florais e a ajuda que as mesmas poderiam proporcionar a doenças de origem emocional. Dr. Bach morreu em 1936, deixando com o seu trabalho as essências florais que são utilizadas até hoje. O enfoque do Dr. Bach possibilitou uma nova visão das doenças, buscando uma razão emocional para as mesmas e tratando-as com uma combinação das suas 38 essências florais.